Associadas no combate a COVID-19

FUNDAÇÃO ABRINQ leva esperança a famílias de Manaus

not 22 03 2021 1

No início de março, a Associação para o Desenvolvimento Coesivo da Amazônia (ADCAM) recebeu a doação de 510 cestas básicas por meio da campanha Não deixe a fome matar mais que o Coronavírus, da Fundação Abrinq, que beneficiará 170 famílias de Manaus (AM), pelos próximos três meses. A organização, integrante da Rede Nossas Crianças, ficará responsável pela distribuição dos itens às famílias assistidas.

A campanha realizada de março a dezembro do ano passado alcançou a marca de 24.309 cestas básicas doadas e beneficiou mais de 15 mil famílias atendidas por organizações sociais em 11 estados das cinco regiões do Brasil.

O objetivo da iniciativa é arrecadar recursos para a compra de alimentos e kits de higiene e limpeza para famílias que mais precisam. As doações são destinadas a organizações sociais parceiras, que atendem diretamente crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade para que possam realizar a distribuição dos itens às famílias das crianças.

No início de 2021, a campanha foi estendida até o final de abril, com o propósito de ajudar mais de 1.700 famílias atendidas por mais sete organizações sociais, localizadas no Norte e no Nordeste do país.

O estado do Amazonas foi um dos que mais sofreu com os reflexos da pandemia. Entre março e junho do ano passado registrou alta taxa de ocupação nos hospitais, em razão do grande número de casos registrados pela COVID-19. No início de 2021, novamente entrou em colapso com a segunda onda da pandemia do novo Coronavírus, com o agravamento da falta de leitos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

O número de internações pela doença aumentou tanto no estado que os hospitais da capital, Manaus, sofreram inclusive com falta de oxigênio para os pacientes. Câmaras frigoríficas voltaram a ser usadas na cidade para armazenar corpos nos hospitais.

O que mais se via eram pessoas desesperadas, à procura de cilindros de oxigênio para um parente ou amigo que lutava pela vida. Todo o país mobilizou-se enviando recipientes do insumo e doações de diversos itens de primeira necessidade ao estado amazonense.

Diante do cenário, a Fundação Abrinq destinou parte das doações de cestas básicas arrecadadas pela campanha para a ADCAM, atuante na região de Manaus para, assim, garantir assistência a famílias necessitadas pelos próximos três meses.

Associação completa 36 anos de apoio à criança e ao adolescente

A Associação para o Desenvolvimento Coesivo da Amazônia (ADCAM), instituição responsável pelo atendimento às famílias assistidas em Manaus (AM) e que recebeu as doações da Fundação Abrinq, foi criada em 1985, inicialmente com o objetivo de atender as crianças em situação de abandono, pois naquela época não existiam orfanatos na região leste de Manaus. Foram assistidas cerca de 300 crianças nestas condições.

Com o passar dos anos, de acordo com a realidade da localidade onde está inserida, outro foco da ADCAM passa a ser a Educação, com a abertura da escola atendendo o ensino fundamental e a alfabetização de crianças e, mais tarde, expandindo o atendimento até o ensino médio.

A associação atua também com programas sociais realizados junto à comunidade local. No início deste ano, diversas famílias atendidas pela organização sofreram com a pandemia, com graves consequências na região de Manaus e seus reflexos, como o desemprego e a perda de chefes de família, aumentando ainda mais a situação de vulnerabilidade em que já se encontravam. A fome bateu na porta de muitas famílias e a instituição mobilizou-se por elas, solicitando doações de alimentos e itens básicos de higiene e limpeza.

“Esta doação que recebemos por meio da campanha da Fundação Abrinq, chega em um momento essencial para estas 170 famílias. Cada uma delas receberá uma cesta básica pelos próximos três meses, colocando comida na mesa de muitas crianças e jovens”, conta Ana Cristina Carvalho Farzin, diretora educacional da ADCAM.

A diretora se emociona quando fala sobre a reação de cada família que chega para receber a sua cesta na associação. “Enche o coração delas de alegria e esperança por um futuro melhor, e o nosso, de seguirmos em frente nessa luta diária pela assistência”.

A previsão, segundo Ana Cristina, é de que até o final do ano haverá a necessidade de continuar com a ajuda. “Toda a ajuda é bem-vinda, pois não temos ideia de quando estas pessoas conseguirão sair novamente para obter o seu próprio sustento”.

A solidariedade faz a diferença

Nestes tempos de pandemia, vivenciados em todo o mundo, tem se verificado no Brasil, o aumento do número de famílias em situação de vulnerabilidade social por questões econômicas e sociais atreladas ao crescimento de casos da COVID-19.

A solidariedade atingiu em cheio os corações de pessoas e empresas tradicionalmente comprometidas com a responsabilidade e, principalmente, com o futuro das crianças e dos adolescentes no Brasil. Mas ainda existem muitas famílias com fome e que necessitam de alimentos e itens de higiene para suprirem as suas necessidades básicas de subsistência.

Você também pode ajudar a escrever histórias como esta. Clique aqui e faça a sua doação! 

not 22 03 2021 2
Associação para o Desenvolvimento Coesivo da Amazônia (ADCAM) está situada na região leste de Manaus

Fonte: Fundação Abrinq