Notícias das Associadas

Cidades inteligentes foram tema de seminário em São Paulo

not 06 06 2019 3

Com atrações internacionais, durante dois dias, o evento debateu temas que permeiam a operação e a saúde desses espaços. Também apresentou tecnologias como blockchain, big data, IoT, entre outras, que interferem e contribuem com a operação das cidades inteligentes.

Especialistas brasileiros e internacionais e grandes players do mercado estiveram reunidos nos dias 21 e 22 de maio de 2019, para apresentar e refletir sobre inovações, possibilidades e potencialidades de melhoria nos serviços urbanos no Brasil. Denominado seminário Conecticidade: Conectando Ideias, Tecnologia e Urbanismo o evento foi realizado pela Fundação Vanzolini, com apoio e patrocínio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA-SP), e contando c om o Departamento de Engenharia de Produção da Poli – USP, o CAU – Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo e o NUTAU – Núcleo de Tecnologia da Arquitetura e Urbanismo da USP como apoiadores Institucionais.

“Foram dois dias de imersão em temas que tratam de disposições técnicas, tecnologias e projetos que visem a melhoria e a supervisão do funcionamento e da operação dos sistemas que compõem uma cidade, como abastecimento de água e de energia elétrica, coleta e tratamento de esgoto sanitário e de resíduos sólidos, iluminação pública, acessibilidade, mobilidade, segurança, acesso à internet, gestão integrada e planejamento”, comenta o Professor Dr. Marcelo Schneck de Paula Pessôa, coordenador geral do seminário, professor do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e presidente do Conselho Curador da Fundação Vanzolini.

Em 14 painéis, 20 apresentações feitas por especialistas e acadêmicos levaram aos mais de 100 presentes tecnologias e conceitos de última geração, como Big Data, Internet of Things (IOT), Blockchain, gestão de facilities, Economia Circular e sistemas locais de produção e inovação, Logística Urbana e Mobilidade em Smart Cities, Tecnologias e Saúde para Cidades Inteligentes, além de Planejamento e Gestão para Cidades Inteligentes, sempre ilustrados por reconhecidos casos de sucesso implementados no Brasil, além de experiências retratadas por especialistas da França e dos Estados Unidos.

Os convidados internacionais foram Patrick Nossent, presidente da Cerway e Certivea – respectivamente operadora de certificação de alta qualidade ambiental (HQE) em todos os países, exceto na França, e subsidiária conjunta da Certivea (grupo CSTB) e Cerqual (Grupo Qualitel) – que discorreu sobre Sustainable and smart cities in an environment of energy, climate and social changes and the digital revolution (Cidades sustentáveis e inteligentes em um ambiente de energia, clima e mudanças sociais e a revolução digital). O outro convidado internacional foi Alvaro Lima, da Prefeitura de Boston (EUA), que apresentou o case sobre aquela cidade.

Gratuito, o seminário será realizado no Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo (SP) e, nos dois dias, reuniu mais de 200 professores, pesquisadores, empresários, profissionais das áreas de engenharia, urbanismo, arquitetura, infraestrutura e funcionários dos governos estadual e municipal, envolvidos com áreas como inovação, fomento, desenvolvimento local, parcerias, iniciativas públicas privadas entre outras.

O evento também serviu para divulgação do grupo de pesquisa vinculado ao Laboratório de Cidades, Tecnologia e Urbanismo do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (PRO POLI USP) que conta com a participação de membros de diversas instituições, compondo um importante núcleo de pesquisa sobre Cidades Inteligentes, as chamadas Smart Cities, no Brasil.

Fonte: Fundação Vanzolini