Outras Notícias

Brasil fica em 75º lugar no Índice global de solidariedade

not 28 09 2017 1O World Giving Index 2017, um estudo global anual promovido pela CAF (Charities Aid Foundation), que mede o nível de solidariedade das nações, acaba de ser divulgado, apresentando os dados de 139 países com 146 mil pessoas.

O índice fornece uma visão do comportamento com relação à caridade ao redor do mundo utilizando três critérios: 1. Ajuda a estranhos; 2. Realização de trabalho voluntário; 3. Doação em dinheiro. Nesta edição, a pontuação do Brasil no ranking caiu de 34% para 32%, o que levou o país para o 75º lugar (em 2014, o país estava em 105º e, em 2015, havia subido para 68º lugar).

Na comparação com a pesquisa anterior, o Brasil aumentou no quesito voluntariado (de 18% para 20% dos entrevistados), manteve-se estável na ajuda a estranhos (54%) e caiu na doação de dinheiro a organizações (de 30% para 21%). Na avaliação do IDIS (Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social), organização que representa a CAF no Brasil, a crise econômica pode ter afetado a propensão à doação, impactando o indicador.

Em relação ao ranking da América do Sul, os brasileiros ocuparam a sexta posição, ficando atrás do Chile (1º), Equador (2º), Uruguai (3º), Colômbia (4º) e Bolívia (5º).

O destaque para o Brasil é a quinta posição entre os países com maior número de voluntários. Um em cada cinco brasileiros faz trabalho voluntário, totalizando o engajamento de 33 milhões de pessoas.

Segundo o World Giving Index 2017, o Myanmar (antiga Birmânia) foi o país mais generoso do mundo, seguido pela Indonésia Quênia, Nova Zelândia e Estados Unidos.

Confira o estudo completo aqui.

Fonte: Gife