Outras Notícias

ONGs brasileiras enfrentam problemas na captação de recursos

not 28 03 2018 1

Um dos principais motivos para isso é falha na comunicação, apontam especialistas da área de Marketing

A Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) de São Paulo realizou, no último dia 22, um evento para discutir a importância de inovar na captação de recursos. O evento reuniu representantes de diversas organizações e teve como destaque a discussão sobre o peso da comunicação na hora de captar recursos.

Para Thiago Umeda, criador da agência Padme, que desenvolve planos de mídia para organizações,“se a organização não tem dinheiro para contratar uma pessoa especializada em marketing, a comunicação dela será falha”. E isso se refletirá na capacidade de arrecadação: “Com uma comunicação ruim, o potencial da organização será menor”, explica.

Transparência e facilidades na doação

Quando se fala em comunicação, fala-se em uma série de ferramentas e ações, que vão desde manter um site visualmente atrativo e com informações relevantes sobre a organização (como número de pessoas atendidas, tipos de atendimento oferecidos e histórias de beneficiados) até oferecer opções de doação acessíveis, como uma página bem estruturada no site e um aplicativo. Além disso, é importante manter o contato com doadores em potencial e pessoas que já doaram para a organização, para que elas se sintam valorizadas e saibam que sua contribuição é relevante. Em outras palavras, a comunicação está relacionada à transparência e à facilidade do ato de doar.

Um estudo realizado pela Trackmob, plataforma especializada na captação de recursos, teve como base 71 organizações. Desse total, 9 não permitiam doação online; 12 mostraram problemas durante o processo de doação; e 5 mostraram problemas após o processo de doação.

A pesquisa também mostra que as doações foram concluídas normalmente em apenas 45 organizações, mas que só 33 entraram em contato após a doação. Para Erica Saito, representante de marketing e desenvolvimento de negócios da Trackmob, é muito importante uma proximidade da organização com o doador, em que a prestação de contas também seja transparente, já que isso gera confiança.

Fonte: Observatório 3º Setor