Outras Notícias

Caravana da Filantropia impacta mais de 300 parlamentares e conquista apoios importantes para a causa

not 03 06 2019 2


Ao final de três dias de intensa mobilização pelos corredores do Congresso Nacional, a Caravana da Filantropia cumpre sua missão. A iniciativa, liderada pelo Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas – FONIF, foi realizada nos dias 28, 29 e 30 de maio, com o objetivo de promover aproximação e diálogo com os parlamentares, informar sobre a relevância do setor e garantir às suas entidades os direitos que lhes são reservados na Constituição Federal.

“Há muita confusão em relação aos termos imunidade e isenção tributária. Nós, filantrópicos, recebemos imunidades previstas na Constituição em função do importante trabalho que realizamos em favor da população brasileira, com atendimentos gratuitos e de qualidade nas áreas de saúde, educação e assistência social. Foi para disseminar essa informação que promovemos esse movimento”, comenta o presidente do FONIF, Custódio Pereira.

Cerca de 150 pessoas, entre presidentes e líderes de organizações filantrópicas de todo o país, participaram das atividades da Caravana, que impactaram mais de 300 parlamentares, incluindo deputados federais e senadores da República.

Entre os destaques da programação, vale mencionar a abertura do ato, no dia 28/05, liderada pelo presidente do FONIF e pelo deputado federal Antonio Brito (PSD/BA), presidente da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF). Na ocasião, foi realizada uma reunião durante a qual os participantes da Caravana se encontraram com deputados federais que manifestaram seu apoio à causa filantrópica, entre eles Alessandro Molon (PSB/RJ), Erika Kokay (PT/DF), Dra. Soraya Manato (PSL/ES), Darcisio Perondi (MDB/RS), Policial Kátia (PL/SP), Santini (PTB/RS), Guiga Peixoto (PSL/SP), Rodrigo Coelho (PSB/SC), Darcisio Perondi (MDB/RS) e o ex-deputado Paulo Delgado (PT/MG).

Vale registrar ainda a presença das entidades representativas que, assim como essa primeira atividade, acompanharam toda a programação nos três dias da Caravana: Associação Brasileira de Instituições Educação Evangélicas – ABIEE, Associação Nacional de Educação Católica do Brasil – ANEC, Confederação Brasileira de Fundações – CEBRAF, Confederação Israelita Brasileira – CONIB, Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas – CMB e Federação Brasileira de Associações Socioeducacionais de Adolescentes – FEBRAEDA.

Entre as ações do segundo dia, 29/05, é importante destacar o encontro dos membros da Caravana com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (MDB/RJ), e com o deputado federal Baleia Rossi (DEM/SP), durante o qual foi entregue a pesquisa do FONIF sobre o impacto da filantropia para o país. Na ocasião, o presidente da instituição, Custódio Pereira, também reforçou junto aos parlamentares a necessidade de defesa do setor, sob o risco de atingir aqueles que mais precisam do trabalho das entidades filantrópicas em todo o país nas áreas de saúde, educação e assistência social.

Além de Pereira, também estiveram presentes nessa reunião os presidentes das entidades representativas: Edson Rogatti (CMB), Silvio Iung (ABIEE), Tamara Sokolic (CONIB), Paulo Haus (CEBRAF) e Regina Sartório (FEBRAEDA).

Na quinta-feira, 30/05, terceiro e último dia da mobilização, o grupo seguiu com uma ampla programação de reuniões que suscitaram apoio à causa filantrópica. Entre essas adesões vale mencionar a do senador Paulo Paim (PT/RS), que abriu um dos plenários da casa legislativa para dar voz aos líderes da Caravana da Filantropia. Junto ao senador, o presidente do FONIF, Custódio Pereira, falou aos presentes sobre a importância de os parlamentares apoiarem a causa filantrópica. Também compuseram a mesa e tiveram a palavra em defesa das filantrópicas Dora Silvia Cunha Bueno e Pe. Antonio Tabosa, vice-presidentes do Fórum, e Pe. Roberto Duarte, diretor da ANEC. Como resultado da reunião, Paulo Paim assumiu o compromisso de promover uma audiência pública no Senado, a fim de favorecer a defesa da filantropia brasileira.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado da Caravana da Filantropia em 2019. Foi um trabalho árduo, mas recompensador, pois vimos o quanto o nosso setor está bem articulado e é capaz de mostrar o seu valor. Também tivemos muita receptividade da parte de todos os parlamentares com quem falamos. Muitos se mostraram positivamente surpresos com os números da nossa pesquisa e viram, a partir do nosso diálogo, a necessidade de nos apoiar, já que, dessa forma, estarão apoiando também o povo brasileiro”, finaliza o presidente do FONIF.

Fonte: FONIF