Outras Notícias

Boletim do Ipea reúne artigos científicos sobre a atuação das OSCs no Brasil

not 26 07 2019 1

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) acaba de lançar a 20a edição do Boletim de Análise Político-Institucional (Bapi). A publicação reúne artigos científicos de pesquisadores de diversas instituições brasileiras que refletem a atuação das Organizações da Sociedade Civil (OSCs) no país.

O objetivo da edição temática é difundir as múltiplas dimensões que compõem o debate sobre OSCs no Brasil a partir da diversidade de perspectivas analíticas e institucionais, de modo a explicitar a complexidade do tema no período recente, bem como os múltiplos esforços em andamento para ampliar, aprimorar e qualificar o conhecimento produzido sobre o setor.

Essa edição do BAPI é resultado das reflexões empreendidas no âmbito do Grupo de Conhecimento no Investimento Social Privado (ISP) formado em 2018 e que reúne instituições que são referência na produção de dados e informações sobre o campo do ISP e das OSCs. O grupo foi criado com a finalidade de estimular um ambiente de troca, articulação e cooperação que possibilite uma atuação mais organizada no terceiro setor.

Além do GIFE, participam do grupo organizações como: Associação Brasileira de Captadores de Recurso (ABCR), Comunitas, Fundação Getulio Vargas (FGV), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Rede de Filantropia para a Justiça Social, Wings e Plataforma Prosas.

Conteúdo

Perfil e características das organizações, mecanismos de fortalecimento da transparência, trabalho e desigualdades, estratégias financeiras e sustentabilidade das OSCs são alguns dos temas presentes nos onze artigos que compõem a publicação, que está dividida em três partes.

A primeira, intitulada “O que sabemos sobre as Organizações da Sociedade Civil? Estudos sobre o perfil das OSCs e mecanismos de fortalecimento da transparência no Brasil”, apresenta as principais fontes de informação sobre OSCs no país que, em conjunto com o Mapa das OSCs e o Perfil das OSCs no Brasil, constituem o panorama mais completo de dados sobre o setor na atualidade.

A segunda parte, “Trabalho nas OSCs: avanços e desafios”, aborda questões de gênero e configuração das relações formais de trabalho no interior das organizações. Um dos estudos, por exemplo, apresenta dados sobre o perfil demográfico e de escolaridade dos vínculos de trabalho em 2015.

A última parte, “Sustentabilidade das OSCs: estratégias e limites”, abrange os principais desafios enfrentados pelo campo considerando a redução de investimentos públicos e privados direcionados às organizações do setor no último período.

A 20° edição do Boletim de Análise Político-Institucional pode ser acessada neste link.

Fonte: GIFE