Outras Notícias

Programa atende empreendedoras de regiões periféricas de SP, BA e RJ

not 27 08 2020 8

Formação gratuita e 100% online vai disponibilizar mais vagas e territórios.

A Empreende Aí, escola de negócios da periferia para a periferia, em conjunto com unidade de inovação social corporativa da Yunus Negócios Sociais retomam a abertura do programa Aceleração de Mulheres Empreendedoras de Impacto (AMEI), cujo foco é o apoio às mulheres empreendedoras de regiões periféricas de São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro. As inscrições estarão abertas até 1º de setembro.

Com patrocínio da Fundação Casas Bahia e do British Council, a segunda edição do programa volta com a premissa de apoiar e fortalecer pequenos e médios negócios de regiões periféricas, liderados por mulheres, mais expostos à ameaça econômica que o COVID passou a representar.

Com isso, a jornada de formação empreendedora ocorrerá via plataforma virtual entre os meses de setembro e dezembro de 2020. Ao contrário da edição anterior, que selecionou 30 empreendedoras de São Paulo, a edição deste ano abrangerá novos territórios – Rio de Janeiro e Bahia – e selecionará 50 mulheres. O programa tem por objetivo colocar a periferia como protagonista do desenvolvimento econômico e social local, além de potencializar os talentos das comunidades.

O empreendedorismo e outras formas de geração de emprego e renda para mulheres também têm um reflexo importante para sua independência econômica, contribuindo para o enfrentamento de problemas relacionados à desigualdade e violência de gênero, gerando um empoderamento e permitindo uma livre escolha de moradias, parceiros e convívio familiar.

A iniciativa irá apoiar tanto a mulher que já empreende e precisa repensar o seu modelo negócio diante do novo contexto social e de mercado, quanto a mulher que precisa começar a empreender, seja por estar desempregada ou como opção de uma renda extra. O diferencial da aceleração é incentivar e ajudar que estes negócios, além de lucrativos, também tenham um desenho de impacto social para que, por meio do modelo do negócio, ele possa transformar seu entorno e comunidade.

Assim como na edição anterior, em 2020 o programa será gratuito. Serão selecionadas 50 empreendedoras. Durante a primeira fase, acontecerão sete módulos de encontros on-line que tratarão de temas relacionados a negócios, como marketing digital, vendas, gestão de fluxo de caixa, aspectos tributários e eficiência do impacto social. As participantes também contarão com plataforma de conteúdo exclusivo para aprofundamento das temáticas abordadas.

As inscrições podem ser feitas no link https://bit.ly/amei2edicao
As dúvidas podem ser esclarecidas pelo Whatsapp: https://bit.ly/3fTN2ic

Fonte: Setor 3