Outras Notícias

Fundo Patrimonial da USP institui Fundação Gestora para gerenciar doações

No dia 25 de agosto, foi assinada a escritura pública que instituiu a entidade

not 01 09 2021 1
O reitor Vahan Agopyan, na assinatura da escritura pública de instituição da Fundação Gestora do Fundo Patrimonial da USP – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

Foi assinada, no dia 25 de agosto, a escritura pública que instituiu a Fundação Gestora do Fundo Patrimonial da USP. A cerimônia foi realizada no Salão de Atos, no prédio da Reitoria, seguindo os protocolos sanitários recomendados pelas autoridades sanitárias, e contou com a presença de membros do Conselho de Administração do fundo.

A entidade, que é uma fundação de direito privado sem fins lucrativos, terá como responsabilidades arrecadar, gerir e destinar doações de pessoas físicas e jurídicas de direito privado ao fundo patrimonial da USP, a fim de contribuir para o desenvolvimento educacional e intelectual de alunos e ex-alunos da USP, bem como da sociedade em geral.

Isso se dará por meio de programas, projetos e outras ações relacionadas à promoção da educação em sentido amplo, da cultura e do desporto, da preservação e da manutenção do patrimônio histórico e seus acervos e outras finalidades de interesse público a serem determinadas pelo Conselho de Administração do fundo.

A fundação contará com uma reserva financeira de R$ 10 milhões para aporte inicial no projeto.

Pessoas físicas e jurídicas podem fazer doações para ações gerais da Universidade ou para propósitos específicos, como programas de acolhimento e de permanência estudantil e atividades acadêmicas complementares.

“Com a implantação do Fundo Patrimonial da USP, estamos iniciando um processo, cujos frutos serão colhidos num longo prazo, provavelmente mais de dez anos. Isto permitirá aos futuros gestores uma maior flexibilidade de atuação, principalmente no apoio de atividades didáticas complementares. Estamos preparando a Universidade para o futuro”, afirma o reitor da USP, Vahan Agopyan.

Em julho, o Fundo Patrimonial estabeleceu seu Conselho de Administração. A instância é responsável pela gestão dos recursos do fundo, que foi lançado em novembro do ano passado.

not 01 09 2021 2
Membros do Conselho de Administração do fundo participaram do evento – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

Conforme define o Estatuto da Fundação Gestora do fundo, fazem parte do conselho os professores Celso Lafer, como representante da Reitoria; José Roberto Drugowich de Felício, como representante da Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (Fusp); e Hélio Nogueira da Cruz, eleito pelo Conselho Universitário na sessão realizada no último dia 29 de junho; além do engenheiro agrônomo Alexandre Mendonça de Barros e do médico José Luiz Setúbal, estes dois últimos como membros da sociedade civil.

Ainda comporão o conselho mais dois membros indicados por pessoas físicas e representantes das pessoas jurídicas doadoras de recursos que representem os 20 maiores doadores do fundo.

Mais informações podem ser obtidas no site do Fundo Patrimonial da USP.

Fonte: Jornal da USP