Outras Notícias

Campanha recebe doação de 19 toneladas de equipamentos eletrônicos

not 12 01 2022 4

A doação de equipamentos eletrônicos foi feita para a campanha ‘Mobilização para a Redução da Desigualdade’, fruto de uma parceria entre a ABES, a Reurbi e o Observatório do Terceiro Setor. Além de promover inclusão sociodigital, doação evitará que 40 toneladas de gases de efeito estufa impactem o meio ambiente.

A campanha ‘Mobilização para a Redução da Desigualdade’ recebeu uma doação de 19 toneladas de equipamentos eletrônicos descartados. A campanha está sendo promovida pela Associação Brasileira de Empresas de Software, em parceria com a ReUrbi e o Observatório do Terceiro Setor. A iniciativa também tem apoio da Weber Shandwick e do Ministério Público do Estado de São Paulo.

A doação recebida pela campanha colabora para evitar que 40 toneladas de gases de efeito estufa impactem o meio ambiente.

Além disso, a doação irá contribuir com o projeto Paideia – Pró profissão em Tecnologia da Informação, do LASSU – Laboratório de Sustentabilidade da Universidade de São Paulo (USP). O programa oferece uma capacitação para jovens de baixa renda que envolve cidadania, microinformática e computação, além de inserção no mercado de trabalho e acompanhamento por 3 anos. O projeto é coordenado pela professora doutora Tereza Cristina Melo de Brito Carvalho.

Além de viabilizar o curso de formação de alunos com computadores para aulas presenciais e online, a parceria ajudará na empregabilidade destes alunos junto aos associados da ABES.

Para Rodolfo Fücher, presidente da ABES, a campanha irá assegurar que empresas, independentemente do seu porte, possam aderir às melhores práticas de governança socioambiental de acordo com Pacto Global da ONU. O projeto dá um destino adequada aos produtos descartados, de modo a proteger o meio ambiente, ao mesmo tempo em que contribui para a inclusão digital.

Outras empresas que também já contribuíram para a campanha foram Micropower, Cobrasin, Brasoftware  e Noctua. As empresas doaram, no total, cerca de uma tonelada de equipamentos de TI, vários dos quais já foram restaurados e doados para organizações que capacitam pessoas com deficiência visual para o mercado de trabalho.

O público-alvo da campanha são as empresas brasileiras que possuem equipamentos eletrônicos a serem descartados e que se preocupam com o meio ambiente. As empresas participantes não pagam pelos custos de logística. Além disso, recebem documentação legal dos descartes e Relatório de Impacto Socioambiental (RIA) com as informações de impacto ambiental, econômico e social para usarem em Relatórios de Sustentabilidade e Responsabilidade Social.

Elas também poderão indicar projetos sociais que vão receber devolutivas dos recursos do programa ReciTech . O programas faz a coleta e reciclagem dos equipamentos.

Ronaldo Stabile, CEO da ReUrbi, explica que sua organização já evitou a emissão de mais de 2.460.000 kg de gases de efeito estufa e mais de 15.330 kg de metais tóxicos por meio do processo de Logística Reversa e pela reciclagem dos equipamentos eletrônicos descartados.

Ele ainda acrescenta que a parceria tem um impacto positivo importante para o meio ambiente e para o acesso à tecnologia no país, já que a campanha contribui para mais de 80 projetos de inclusão digital.

Empresas interessadas em contribuir para o meio ambiente e investir em projetos sociais devem seguir as instruções no site do ReciTech.

Fonte: Observatório 3º Setor