Associadas no combate a COVID-19

FUNDAÇÃO ARNALDO VIEIRA DE CARVALHO - Estudo revela a desigualdade por trás das mortes por Covid-19 na cidade de São Paulo

not 13 04 2021 1

Liderada por docente da Faculdade da Santa Casa de São Paulo, a pesquisa foi publicada na revista International Journal of Epidemiology, da Oxford Academic

Estudo liderado pela pesquisadora Karina Braga Ribeiro, docente do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP), revela a desigualdade por trás das mortes por Covid-19 na cidade de São Paulo. Publicada em 28 de fevereiro deste ano, no International Journal of Epidemiology, da Oxford Academic, a pesquisa, intitulada Social Inequalities and Covid-19 Mortality in the City of São Paulo (Desigualdades sociais e mortalidade Covid-19 na cidade de São Paulo), analisou as mortes ocorridas na capital paulista entre março e setembro de 2020.

O estudo, do qual participou a professora Maria Amélia de Sousa Mascena Veras, também docente do Departamento de Saúde Coletiva da FCMSCSP, mostra que pobres, negros e pessoas de baixa escolaridade correm risco maior de morrer por Covid na cidade de São Paulo. A possibilidade de uma pessoa parda morrer da doença é 42% maior que a de uma pessoa branca. Para uma pessoa preta, o risco é 77% maior que o de uma pessoa branca.

“A desigualdade sempre existiu, a pandemia só veio para escancarar isso. E quando a gente fala da diferença racial, aí que o abismo fica ainda maior“, disse Karina Ribeiro em entrevista à Revista Piauí.

Acesse aqui a reportagem

Acesse aqui o estudo

Fonte: FUNDAÇÃO ARNALDO VIEIRA DE CARVALHO