Outras Notícias

APF esteve presente em reunião do FEBAS com secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo

 

APF esteve presente em reunião do FEBAS com secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo
Representantes das entidades que compõe o Fórum Municipal de Entidades Beneficentes de Assistência Social de São Paulo (Febas) participaram, em 14 de junho de 2022, de uma reunião com a secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Laura Müller Machado. O encontro ocorreu no gabinete da secretária e teve como objetivo permitir uma aproximação maior com a Secretaria com foco no desenvolvimento de ações conjuntas voltadas à assistência social. O vice-presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina do CRCSP, Marcelo Roberto Monello e a presidente da APF, Dora Silvia Cunha Bueno, coordenador e vice coordenadora do Febas, respectivamente, participaram da reunião.

Também estiveram presentes na reunião a assessora jurídica da APF e Conselheira Titular do Conselho Estadual de Assistência Social do Estado de São Paulo (Conseas-SP), Nicole Hoedemaker, e os representantes das organizações sociais: Ensino Social Profissionalizante (Espro), Alessandro Saade; Fundação Solidariedade e Esperança Major Pires de Campos, Adalberto da Silva de Jesus; Instituto Grupo Espírita Batuíra, Ronaldo Martins Lopes; Fundação Vida e Esperança, Ricardo Borges, e Sociedade de Concertos de São Paulo – Instituto Baccarelli, Edilson Ventureli.

“O Febas desenvolve um trabalho muito importante para a formação de políticas públicas de assistência social, contribuindo com o poder público especialmente no campo da educação profissional continuada. E como representante do CRCSP no Febas, trouxe também informações sobre a importância do profissional da contabilidade, que é fundamental para a gestão, regularização e continuidade das entidades sem fins lucrativos”, declarou o coordenador do Fórum, Marcelo Monello sobre a reunião.

Laura Müller Machado considerou a reunião como positiva e necessária: “A assistência social não existe sem a sociedade civil, que cuida da população menos assistida pelas políticas públicas”, avaliou a secretária após o encontro.